Após visitar dezenas de países espalhados pelo mundo inteiro já era altura de visitar as ilhas portuguesas! Começámos por uma viagem à ilha de São Miguel, a maior ilha do arquipélago dos Açores, e podemos garantir que é um dos sítios mais bonitos onde já estivemos.

Para que a tua experiência seja pelo menos tão boa quanto a nossa, criámos este guia de viagem, onde partilhamos as nossas melhores dicas e recomendações em relação a:

Uma ilha recheada de paisagens de ‘cair o queixo’ independentemente da direção a que se olhe. Natureza incrível, azuis e verdes intensos, hortências por todo o lado! Ah, e claro as icónicas ‘vacas felizes’… Infinitas!

Vais para os Açores? Viaja tranquilo com a Iati Seguros, o nosso seguro de viagem favorito. Seguros feitos para viajantes com os melhores preços do mercado, planos flexíveis e coberturas médicas altas. Segue este link e tem 5% desconto imediato em qualquer plano! Boas viagens 🙂

guia turístico São Miguel, Açores
Miradouro da Boca do Inferno (Foto de Daniele Nabissi no Unsplash)

Viagem aos Açores é uma excelente opção para um passeio de viagem em família, uma escapadinha romântica ou um para um retiro individual. Tem uma oferta diversificada de atividades para todos. Se és como nós e adoras natureza e autenticidade, deixa-te inspirar por este artigo, e quem sabe se São Miguel não é um dos teus próximos destinos!


Nómada Digital Açores

Mapa turístico de São Miguel

Ao longo destes anos, já visitámos a ilha de São Miguel algumas vezes e fomos acumulando pins no nosso Google Maps. De momento, é assim que está o nosso mapa da ilha, recheado de miradouros, cascatas, restaurantes e muito mais:

Mapa turístico da ilha de São Miguel
Mapa turístico da ilha de São Miguel, Açores (Download disponível)

Se quiseres, podes importar este mapa com a lista dos pontos de interesse que fomos guardando ao longo do tempo e que vamos adicionar no futuro:

-> Importar mapa com pontos de interesse

Melhor altura para visitar São Miguel, Açores

O que mais caracteriza a ilha de São Miguel (e os Açores em geral) é a imprevisibilidade da meteorologia. Como se costuma dizer por lá: ”é possível apanhar 4 estações num dia só”.

De acordo com as festividades e probabilidades da meteorologia, a melhor altura para visitar os Açores é entre junho e setembro. No entanto, é bem possível que hajam dias de muita chuva nestes meses assim como ótimo clima em todos os outros meses.

A ilha de São Miguel é cada vez mais conhecida pelas suas festas tradicionais e festivais de verão de música e arte. Para os amantes de festas locais, festivais de arte e festivais de ecologia e ambiente, estes são os eventos a não perder: as Festas do Senhor Santo Cristo dos Milagres, Walk & Talk Festival e Azores Burning Festival.

Se tens como objetivo assistir à travessia das baleias, também uma atração turística da ilha, aconselhamos a visitar a ilha entre abril e junho, altura em que estas migram. Se gostarias de ver a ilha repleta de hortências coloridas, aponta para o final da primavera.


Lê também – 7 Tipos de Alojamento para diferentes Estilos de Viagem


O que visitar em São Miguel (Pontos de interesse)

O tempo é limitado para maioria dos visitantes da ilha. Conseguir visitar tudo o que se deseja é sempre um desafio. Dito isto, aqui está a lista dos sítios que mais recomendamos a visitar na ilha de São Miguel, Açores:

Ermida da Nossa Senhora Da Paz

Esta capela é realmente muito bonita, como a maioria das igrejas e capelas da ilha. No entanto, o que se destaca nesta igreja é ser no topo de uma colina com uma vista arrebatadora sobre a cidade e o ilhéu de Vila Franca do Campo.

ilha de são miguel pontos de interesse
Ermida da Nossa Senhora de Paz (Foto de TravelB4Settle)

Miradouro da Barrosa – Lagoa do Fogo

Este miradouro tem vista para uma das lagoas mais bonitas de São Miguel, a Lagoa do Fogo. Está a 850 metros de altitude, e, por isso, não é fácil “fugir” das nuvens. No entanto, temos uma solução para este problema na última dica deste guia! Agradece-nos depois 🙃

Lagoa do Fogo, São Miguel
Vista para a Lagoa do Fogo do Miradouro da Barrosa (Foto de TravelB4Settle)

Ponta do Escalvado

Um dos melhores sítios para ver o pôr do sol na ilha, visto que é dos pontos mais a oeste da ilha. Mas é um pôr do sol diferente, aqui tens a oportunidade de assistir ao sol a desaparecer no horizonte e todas as diferentes cores a inundarem o céu… Ao lado de dezenas de vacas açorianas! Especial, não?

Hotel abandonado de São Miguel – Hotel Monte Palace

Uma das visitas mais populares da ilha, que está prestes a se tornar mais exclusiva. Este Hotel foi comprado e será reconstruído em breve! Será (novamente) um hotel de luxo, portanto, a menos que tenhas dinheiro para ficares alojado neste hotel, não terás acesso à vista incrível que o hotel oferece sobre a Lagoa das Sete Cidades.

Nota: O hotel está fechado e a entrada é proibida por motivos de segurança, apesar de que a maioria não respeita e entra na mesma. Nós inclusive 😅

Lagoa das sete cidades em São Miguel
Vista do terraço do Hotel para a Lagoa das Sete Cidades (Foto de TravelB4Settle)

Fábrica e Campos do Chá Gorreana

Estar rodeado de verde é algo muito comum na ilha. Mas só nos campos de Chá da Gorreana é que se pode ter a experiência de estar rodeado de plantações infinitas de chá! Aproveita para visitar a fábrica e conhecer o processo de produção até chegar à chávena! Inclusive, a fase de o experimentar (a nossa favorita, claro).

fábrica dos chás gorreana, são miguel
Plantações de Chá Gorreana (Foto de Humphrey Muleba no Unsplash)

Miradouro da Boca do Inferno

Um sítio imperdível se gostas de apreciar uma boa vista! Este miradouro tem uma vista para três lagoas! Sim, leste bem, três! Não é por acaso que este miradouro é conhecido por ter ‘’uma das mais espantosas paisagens da ilha de São Miguel’’ e, consequentemente, ser um dos sítios mais visitados da ilha.

Miradouro São Miguel
Miradouro da Boca do Inferno (Foto de Tom Swinnen no Pexels)

Igreja da Nossa Senhora da Vitória

Este sítio impressionou-nos muito, talvez porque o descobrimos sem sabermos que existia… Estávamos a passear no parque junto às famosas Furnas e descobrimos esta igreja digna de um conto de fadas!

Furnas São Miguel, Açores
Igreja da Nossa Senhora da Vitória (Foto de João Reguengos no Unsplash)

Estufa de Ananases

São Miguel tem várias estufas de ananases, mas escolhemos visitar a estufa A. Arruda. Segundo o Governo dos Açores, a ilha exporta esta fruta há mais de um século para toda a Europa.

Não penses que por serem produzidos aqui, serão extremamente baratos, pois não são. A razão é que esta espécie de ananases demora dois anos a estar pronto para colheita.

Seja como for, vale a pena a experiência de ver como é o processo do seu crescimento. No fim, podem ser gulosos, como nós, e experimentar um bolo de ananás.

A fotografia mostra um dos ananases mais raros que por lá passaram!

Ananases São Miguel
A partilhar as nossas aventuras nas estufas de ananases, pelo Instagram 🙂

Poço Azul

Chegasse a este sítio com uma caminhada desafiante de aproximadamente 15 minutos. Ótimo sítio para fotografias surreais e uns banhos refrescantes.

Lagoas de São Miguel
Poço Azul, Achadinha (Foto de TravelB4Settle)

Lagoa Do Congro

Este sítio fascinou-nos pela experiência que lá tivemos. Acessível com uma caminhada de 15-20 minutos, quando chegámos a esta lagoa, parecia só mais uma lagoa bonita, com umas quantas pessoas. A completa beleza da mesma foi apenas sentida quando ficámos completamente sozinhos. Apenas nós e aquela imensidão de natureza, numa lagoa cercada de vegetação, cheio de vida! Um momento para relembrar, sem dúvida!

Lagoa do Congro, São Miguel
Lagoa do Congro (Foto de Anne Zwickermann no Unsplash)

Ponta da Ferraria

São Miguel é também conhecido pelas suas piscinas termais. Piscinas naturais que, por força da natureza vulcânica, são quentes. Uma dessas piscinas está situada na Ponta da Ferraria, à beira-mar, e é, na nossa opinião, umas das melhores experiências de São Miguel. Estar à beira de um oceano imenso, com águas que podem chegar aos 40 °C.

Dois conselhos pessoais:

  • Confirma a maré antes de ires. Se a maré estiver demasiado baixa, pode ficar muito quente. Se a maré estiver muito alta, o mar fica mais agitado e a temperatura é mais baixa. Aconselhamos logo depois da maré baixa
  • Se o tempo não estiver propriamente quente, não visites a piscina muito tarde. Sair da piscina e vestir não será uma experiência muito agradável (experiência própria).
Águas termais em São Miguel
Água termal no oceano – Ponta da Ferraria (Foto de Parker Hilton no Unsplash)

Cascata da Ribeira dos Caldeirões

A ilha está cheia de cascatas e se puderes visitar todas, melhor! Nós visitámos algumas e destacamos esta pela experiência completa que podes ter! Esta cascata é perto de um jardim lindíssimo, onde podes passear ou apenas usufruir da vista na esplanada de um pequeno café que lá tem.

Cascatas São Miguel
Cascata da Ribeira dos Caldeirões (Foto de TravelB4Settle)

Parque Terra Nostra

Aconselhamos muito este sítio. Tem muito para ver e merece que se lhe dedique pelo menos um par de horas para usufruir do parque! Uma volta completa ao Parque é estimada que se dure 1 hora e 30 minutos. Tirando o tempo que merece a maior atração deste parque, o tanque de água termal!

O Parque Terra Nostra é principalmente conhecido por este tanque de água termal com temperaturas entre os 35 e 40 °C e carregado de minerais essenciais que se dizem ser terapêuticos!

Dica: A água pode ser terapêutica para o teu corpo ou até para a alma, mas não é para o cabelo! Aconselhamos a protegeres o teu cabelo da água. De nada!

Parque Terra Nostra, São Miguel
Tanque de água termal no Parque Terra Nostra (Foto de TravelB4Settle)

Os melhores trilhos de São Miguel

Umas das melhores coisas a fazer em São Miguel é percorrer trilhos e deixar-nos deslumbrar com as vistas arrebatadoras e natureza imensa que a ilha tem para oferecer. São Miguel tem imensos trilhos, uns pequenos, outros grandes, uns mais fáceis e outros mais desafiantes.

Existem trilhos para todos os gostos nas ilhas dos Açores. Podes ver toda a informação sobre os trilhos dos Açores no site oficial trails.visitazores.com.

Trilhos São Miguel, Açores
Trilhos deslumbrantes na ilha de São Miguel, Açores (Foto de Melina Lorenz no Unsplash)

Quanto tempo é preciso para visitar São Miguel?

São Miguel é uma ilha relativamente grande, cheia de coisas para oferecer. Sabemos que a maior parte dos visitantes tem o tempo bem limitado, mas achamos que a ilha merece sempre mais tempo de visita. Ficam sempre coisas por visitar e se visitarmos tudo não aproveitamos a tranquilidade da natureza de da atmosfera da ilha.

Na nossa opinião, 7 dias é o tempo ideal para uma primeira visita a São Miguel.

Se tiveres menos tempo, não deixes de ir. Se fores Nómada Digital, trabalhares online e tiveres mais liberdade, fica mais tempo! Vais ver que nunca será demais.

Nomadismo Digital nos Açores

Roteiros de Viagem para São Miguel

Criámos uns roteiros simplificados para visitar diferentes partes da ilha em cada dia e assim agrupar pontos de interesse.

Estes roteiros assumem que tenhas um carro à tua disposição e não existe uma ordem certa para os dias. Tudo isto são apenas sugestões, adapta ao teu gosto e sê flexível.

Importante: Consulta a App SpotAzores para verificares como está o tempo na zona de ilha que pretendes visitar antes de te comprometeres!

Roteiro turístico de São Miguel para 7 dias de viagem

Dia 1 – Lagoa das Sete Cidades e arredores

Começar com as vistas mais deslumbrantes mas também os sítios mais populares da ilha:

  • Miradouro Boca do Inferno na Serra Devassa;
  • Fazer o trilho PRC05 que leva a várias lagoas: Santiago, Empadadas, Éguas, Rasa e Canário;
  • Almoçar e passear pela vila Sete Cidades (atravessa a ponte que divide as lagoas de 2 cores distintas);
  • Visitar o Hotel Abandonado;
  • Miradouro Cerrado das Freiras e Miradouro da Lagoa de Santiago
Roteiro turístico São Miguel
Lagoas do Oeste de São Miguel, Açores (Foto de Damir Babacic no Unsplash)

Dia 2 – Contornar a Ilha pela zona Oeste

Um dia menos intenso e mais flexível com passagem num dos pontos mais interessantes da ilha.

  • Mergulhar na Ponta da Ferraria (águas termais em contacto com o oceano -> consultar marés antes de visitar)
  • Miradouro da Ponta do Escalvado (incrível pôr do sol)
  • Relaxar na praia dos Mosteiros
  • Fazer a estrada costeira do oeste, explorar pequenas vilas e aproveitar miradouros espontâneos.

Dia 3 – Furnas e arredores

Uma zona rica da ilha com muito para oferecer.

  • (Opção) Miradouro da Ermida de Nossa Senhora da Paz;
  • Visitar a Lagoa do Congro;
  • Lagoa da Furna e passeio pelo parque;
  • Almoçar cozido das Furnas;
  • Miradouro do Castelo Branco
  • Miradouro do Salto do Cavalo
  • Visitar umas águas termais: Poça da Dona Beija ou Parque Terra Nostra (ambos merecem uma visita, mas em dias diferentes);
  • Opção de trilho: Trilho da lagoa das Furnas e salto do rosal
mapa da ilha de são miguel com pontos turísticos
Parque Terra Nostra (Foto de Damir Babacic no Unsplash)

Dia 4 – Lagoa do Fogo e Ribeira Grande (zona central)

Exploração ao longo da estrada EN5-2A, cheia de pontos de interesse e que leva à segunda maior cidade da ilha – Ribeira Grande.

  • Miradouro da Lagoa do Fogo;
  • Centro de Interpretação Ambiental da Caldeira Velha;
  • Cascata do Salto do Cabrito (opção de trilho);
  • Paragem de almoço e passeio pela Ribeira Grande;
  • Desfrutar o Areal de Santa Bárbara – Praia popular para surf;
  • Miradouro de Santa-Iria (e/ou praia dos Moinhos);
  • Visita à Fábrica dos Chás Gorreana.

Dia 5 – Nordeste da ilha

Passeio pela zona mais virgem da ilha de São Miguel e contacto puro com a natureza.

  • Opção de visitar os pontos de interesse que escaparam do dia anterior (fica a caminho);
  • Miradouro do Salto da Farinha;
  • Visitar o Poço Azul;
  • Passeio pelo Parque Natural da Ribeira dos Caldeirões;
  • Explorar vilas e pontos de interesse aleatórios ao longo da estrada do Nordeste;
  • Opção: Farol do Arnel e/ou Miradouro da Vista dos Barcos;
  • Trilho no Parque Natural da Ribeira dos Caldeirões ou trilho do salto da farinha e poço azul.
Melhores Cascatas da ilha de São Miguel
Parque Natural da Ribeira dos Caldeiróes (Foto de Tiia Pakk no Pexels)

Dia 6 – Zona Sudeste da ilha

Mais uma zona da ilha recheada de cascatas, miradouros incríveis e outras pérolas.

  • Visitar a Cascata do Salto do Prego;
  • Opção de trilho até ao Salto do Carregão;
  • Miradouro da Lomba do Cavaleiro;
  • Experienciar a magia do Faial da Terra;
  • Miradouro do Pico Bartolomeu
  • Miradouro da Ponta do Sossego
  • Miradouro da Ponta da Madrugada
  • Opção da Poça da Dona Beija (aberto até à noite)

Dia 7 – Ponta Delgada

Um bom plano para encaixar no início ou no fim da viagem, e conjugar com a chegada ou saída da ilha.

  • Campo de São Francisco – uma ampla praça com vários pontos de interesse;
  • Passeio costeiro da cidade e passagem pelas Portas da Cidade;
  • Visita aos Ananases A Arruda – explorar e provar a história dos ananases;
  • (Opção) Miradouro da Ermida de Nossa Senhora da Paz;
  • Extra: Visita organizada ao Ilhéu de Vila Franca do Campo.
Nómadas Digitais São Miguel

Roteiro turístico de São Miguel para 5 dias de viagem

Para este roteiro de viagem, vamos usar como referência o roteiro para 7 dias de viagem. Para encurtar o roteiro, “condensámos dias” e deixámos algumas opções ao teu critério:

  • Dia 1 – Lagoa das Sete Cidades e arredores (opção de mergulhar na Ponta da Ferraria e assistir ao pôr do sol na Ponta do Escalvado)
  • Dia 2 – Furnas e arredores
  • Dia 3 – Lagoa do Fogo e Ribeira Grande (zona central)
  • Dia 4 – Nordeste da ilha (Opção de contornar a ilha e visitar os pontos de interesse da zona Sudeste da Ilha)
  • Dia 5 – Ponta Delgada

Para mais informação do plano de cada dia vê a secção acima do roteiro de 7 dias.

Roteiro turístico de São Miguel para 10 dias de viagem (ou mais)

O roteiro turístico de 7 dias já incluí toda a extensão da ilha e os principais pontos de interesse. Se tiveres mais tempo de viagem, melhor ainda! A ilha merece. Aproveita a tranquilidade e atmosfera da ilha. Expande o roteiro, cobre menos pontos de interesse por dia, e dedica mais tempo a cada um deles.

Tens sempre a opção de fazer mais trilhos e aproveitar mais da ilha a pé! Podes ver mais informação dos trilhos dos Açores neste link.

Roteiro de viagem para a ilha de São Miguel, Açores
Estradas aleatórias de São Miguel, Açores (Foto de Bekir Donmez no Pexels)

Melhores pratos para comer em São Miguel

Os pratos mais populares para comer em São Miguel são:

  • Bolo Lêvedo – pão típico dos Açores (por favor não digas que é bolo do caco)
  • Queijo dos Açores
  • Morcela dos Açores
  • Lapas grelhadas em Manteiga
  • Caldeirada de Peixe
  • Cozido das Furnas
  • Queijadas de Vila Franca do Campo
  • Frutas: Banana, maracujá e ananás

A gastronomia de São Miguel é bastante rica e, em geral, é muito carnívora apesar de que tem peixe e marisco maravilhoso.

O prato mais típico de São Miguel

Provavelmente já sabe que esta ilha é muito conhecida pelo seu ”cozido das furnas’’. O que poderia ser um típico cozido à portuguesa, é muito mais pela forma como é cozinhado, ou onde é cozinhado.

O cozido das furnas é feito no solo, em fendas naturais no chão de onde se vê sair uma fumaça de vapor de água e enxofre. Por esta razão, o cozido tem um certo sabor a enxofre que o torna especial.

furnas São miguel
Furnas vista de cima (Foto de Nuno Antunes on Unsplash)

Melhores restaurantes em São Miguel (com opções vegetarianas)

Pessoalmente, tentamos manter o equilíbrio e optamos muito por opções vegetarianas, o que, dada à gastronomia típica da ilha de São Miguel, não foi tarefa fácil. Acabámos por experimentar 4 restaurantes que podemos certamente recomendar:

Sabores

Sabores é uma pequena banca de comida situada no Mercado da Graça. Aqui pode-se beber uns sumos de ananás natural e comer umas sandes vegetarianas muito boas. Preço médio: 5€/pessoa

Supléxio

Após uma hora a procurar um restaurante na cidade que fosse acessível e que tivesse opções vegetarianas, acabámos por chegar ao Supléxio! Esta hamburgueria tem opções de hamburgers de soja vegetarianos e vegans e são deliciosos! Preço médio: 8€/pessoa

A Tasca

Para última refeição na ilha, procurámos algo um pouco mais requintado. Recomendaram-nos ”A Tasca’’ e ficámos muito satisfeito! Comemos deliciosos pratos de peixe, um deles recomendados pela Time Out, o bife de atum. Recomendamos! Só precisas de saber que este restaurante está SEMPRE cheio, por isso tens que reservar com, pelo menos, 2 dias de antecedência. Preço médio: 15€/pessoa.

Restaurante Tony’s

Um cozido das furnas era um prato agressivo para nós, mas não queríamos ignorar o prato típico. Fomos ao restaurante Tony’s que tem opção normal e a opção vegan do cozido das furnas! Desta forma acabámos por experimentar ambas as versões!

Restaurantes em São Miguel, Açores
Marisco é de grande qualidade nos Açores (Foto de Edward Howell no Unsplash)

Alojamento em São Miguel

Em geral, o turismo nos Açores cresceu bastante, principalmente desde que existem voos low cost para o arquipélago. Com isto cada vez existem mais opções de alojamento.

O melhor conselho que te podemos dar, é que leias o nosso artigo e que escolhas a opção de alojamento que melhor se adeque ao teu gosto:

-> 7 Tipos de Alojamento para diferentes Estilos de Viagem

A nossa opção de eleição é, sempre que possível, o alojamento local. Não só é das opções mais em conta como muitas vezes permite o nosso contacto com locais da ilha (que têm muitas vezes conselhos e dicas valiosas) e ainda apoiamos um negócio local.

Também podes espreitar o HostelWorld para hostels ou a Booking.com para opções mais variadas.

Alojamento em São Miguel, Açores
Alojamento nos Açores (Foto de TravelB4Settle)

Informações importantes para viajar em São Miguel

Melhor dica

Como dissemos anteriormente, o clima na ilha de São Miguel, e nos Açores em geral, é muito imprevisível e é muito frequente estar a chover torrencialmente de um lado da ilha e um sol intenso do outro.

Foi-nos apresentada a App SpotAzores que mudou a nossa experiência na ilha. Esta aplicação tem webcams em todos os pontos de interesse da ilha sendo possível ver como está o tempo num certo ponto antes de nos dirigirmos ao mesmo. Mas não demores muito tempo, pois passado uma hora a história pode ser outra ^^.

Recursos de viagem para são Miguel

Viajar com tranquilidade

Boas energias, porque tudo correrá bem! Mas, como se diz na gíria, ‘’mais vale prevenir do que remediar’’. Por isso, recomendamos viajar com um seguro de viagem adequado. Nós viajamos e recomendamos a IATI Seguros. Não só têm o preço mais competitivo do mercado como fazem planos especializados para viajantes!

Faz uma simulação em 1 minuto neste link (já com desconto).


Relacionado – Será que precisas mesmo de Seguro de Viagem? Aqui tens tudo o que precisas de saber!


Transporte

Não subestimes o tamanho da ilha. É uma ilha com mais de 750 km quadrados, com pontos de interesse muito dispersos e com transportes públicos muito reduzidos.

O aluguer de carro é altamente aconselhado, quase obrigatório. A tua experiência na ilha será escandalosamente melhor.

Existem muitas empresas de aluguer, mas nós recomendamos sempre que possível, em vez das empresas gigantes multinacionais, alugar carro em empresas locais. Nós alugámos com a Atlantic Secrets e só temos coisas boas a dizer. Negócio de uma família local simpática, atendimento impecável e flexível.

Nota: Alternativamente, se tiveres tempo e vontade, podes explorar ilhas dos Açores à boleia. Já o fizemos e foi uma experiência brutal! Claro que quanto mais pequena for a ilha, mais fácil é.

Alugar carro em São Miguel
Alugar carro em São Miguel é altamente aconselhado (Foto de Jorge Caetano no Unsplash)

Viajar entre ilhas

Os Açores são um arquipélago com 9 ilhas, divididas em 3 grupos. Maior parte destas estão a uma distância considerável umas das outras. As únicas opções possíveis para viajar entre ilhas são ferries ou avião.

Apenas o grupo central (Faial, Pico, São Jorge, Terceira e Graciosa) e o grupo ocidental (Corvo e Flores) têm ilhas suficientemente perto que se aconselhe a travessia de ferry. São ilhas no meio do oceano atlântico e a travessia pode ser dura, especialmente fora do verão.

Além disso, os ferries não são baratos e dependem das condições meteorológicas. Frequentemente não estão operacionais. Se optares por voar entre ilhas, pesquisa as melhores oportunidades no Kiwi.com.

Equipamento de viagem para São Miguel

FAQ – Perguntas Frequentes

Qual a melhor altura para visitar São Miguel e os Açores?

Teoricamente, a melhor altura para visitar São Miguel e os Açores é entre junho e setembro. No entanto, a meteorologia é imprevisível e é bem possível que hajam dias de muita chuva nestes meses assim como ótimo clima nos restantes. Se tens como objetivo assistir à travessia das baleias, visita a ilha entre abril e junho. Se gostarias de ver a ilha repleta de hortências coloridas, aponta para o final da primavera – início do verão.

Quanto tempo é preciso para visitar São Miguel?

Na nossa opinião, 7 dias é o tempo ideal para uma primeira visita a São Miguel nos Açores. A ilha é grande, mas neste guia criámos roteiros turísticos onde agrupámos as diferentes zonas da ilha e 7 dias é um bom período para cobrir maior parte dos pontos de interesse. Se és Nómada Digital e tens mais liberdade, dedica mais tempo à ilha!

É preciso teste covid ou vacina para entrar em São Miguel nos Açores?

Não! Todos os passageiros que viajam para os Açores em voos domésticos (nacionais) não têm medidas de controlo de saúde pública à entrada. Se os passageiros chegam em voos internacionais precisam de apresentar certificado de vacinação ou de recuperação, teste PCR com 72h de validade ou teste antigénio com 24h de validade. Consulta a informação oficial.

Como viajar entre ilhas nos Açores?

Através de ferries ou de avião. No grupo ocidental (Flores e Corvo) e no grupo central (Faial, Pico, São Jorge, Graciosa e Terceira) existem algumas ligações de ferry que dependem da época e da meteorologia (Vê mais informação). De resto, existem ligações aéreas entre todas as ilhas.


Estas são as nossas honestas recomendações depois de várias viagens aos Açores e especialmente na ilha de São Miguel. Existem muito mais coisas para ver e visitar, mas estas foram as nossas favoritas!

Se achas que existe algo que nos esteja a faltar neste guia turístico e não devia, por favor deixa nos comentários! Isso vai-nos ajudar não só a nós como a todos os que lerem o artigo.

Se achares que este artigo seria útil para alguém que conheças, partilha!

Links úteis para as tuas viagens!

Algumas das ferramentas e plataformas que usamos e recomendamos. Ao usares estes links ajudas o TravelB4Settle! Obrigado 🙂

Mais ferramentas, equipamento e serviços que usamos e recomendamos na nossa Página de Recursos.

O TEU Guia de viagem para a Ilha de São Miguel, Açores

This Post Has 6 Comments

  1. Anónimo

    Muito importante estas dicas. Obrigado.

  2. Isabel Pereira

    Quantos dias acham qie devo reservar para visitar S. Miguel? Obrigada

    1. Olá Isabel! Há pessoas que dizem que 3-4 dias chegam, mas visitam a ilha a correr a saltar entre os pontos mais populares. Nós ficámos 9 dias e ainda nos ficou dezenas de coisas por visitar!! Portanto, depende muito de pessoa para pessoa e de qual o objectivo de visitar a ilha! Nós recomendamos sempre ficar mais tempo, pelo menos uma semana! Na verdade, a ilha vale muito a pena 🙂

  3. Açores

    Parabéns pelo artigo e conteúdo Matilde e Miguel 🙂

    Esperamos ver-vos em breve <3

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.